Os Ricos Também Choram – A descoberta de Soraya

“La señorita Mariana es hija del señor Rafael”

Como se Soraya Montenegro já não tivesse motivos o suficiente para odiar a “marginal”, ela ainda descobre que Mariana Vilarreal é sua irmã – e, consequentemente, tem direito a metade da herança de seu pai! Quando Luis Alberto Salvatierra faz o correto e termina o seu noivado com Soraya, porque “ele e Mariana se reconciliaram”, Soraya está mais desesperada do que nunca, e quer uma maneira de tirar Mariana do seu caminho de forma definitiva… para isso, ela retorna a Yolanda, a bruxa que visitara em outra ocasião, e ela pede que Soraya consiga alguma coisa que pertença a Mariana e que seja muito importante para ela – e é aí que Soraya faz a sua grande descoberta. Com a ajuda de Matilde, Soraya invade o quarto de Mariana e, vasculhando as suas coisas em busca de algo que possa levar à bruxa, Soraya descobre uma bonequinha japonesa…

Idêntica a uma boneca japonesa que ela tem.

Então, “Os Ricos Também Choram” nos leva às memórias de Soraya, quando ela era criança e o pai, retornando de uma viagem ao Japão, trouxera para ela uma boneca especial, porque era de um artista que tinha feito pouquíssimas delas… dentro do quimono da boneca, Soraya encontra uma mensagem que o pai escrevera para ela. Agora, enquanto avalia a boneca que encontrara no quarto de Mariana, ela abre o quimono da boneca gêmea da sua, e encontra a mesma mensagem, com a mesma letra… distraída da sua missão original de conseguir algo que pudesse levar à bruxa, e querendo entender o que isso tudo significa, Soraya manda Matilde devolver a boneca e pede que ela tente descobrir como Mariana a conseguiu, e Mariana explica que esse foi “um presente que um cliente do seu pai trouxera de uma viagem ao Japão”, com a mesma história que o pai de Soraya contara a ela.

Sobre como elas foram feitas para que seus donos tivessem uma alma boa.

Apreensiva, porque no fundo já sabe o que aquilo tudo significa, Soraya coloca um detetive para revirar as coisas do passado e descobrir algo a respeito de Mariana, enquanto o roteiro nos conta, por exemplo, que Soraya foi adotada – o que não muda em nada a questão da herança, porque ela segue sendo filha legítima do Rafael, e Mariana continua tendo o sangue dele… e esse é o problema para Soraya: ela terá que dividir a fortuna. O detetive descobre, para Soraya, que seu pai conhecia a mãe de Mariana (!), meses antes do nascimento de Mariana… como eles se conheceram em um restaurante no qual Virgínia, a mãe de Mariana, trabalhava como garçonete, ela resolve ir até lá para ver se descobre algo e o dono do restaurante, um grande amigo de Rafael Montenegro, acaba contando que ele e Virgínia tiveram um romance ali, antes de ela se mudar para Tuluca.

Onde Mariana nasceu.

Uma parte da história entendemos por conta própria: o homem que criou Mariana como sua filha provavelmente é alguém com quem Virgínia se casou depois de se mudar, mas acredito que ele sempre tenha sabido a verdade, até porque, se Mariana tinha aquela boneca, significa que Rafael tinha algum contato com ela e com Virgínia… e a julgar pela briga entre Rafael e a esposa, que Soraya presenciou no dia do acidente que os matou, ele realmente continuava visitando Virgínia e a filha quando ia para Tuluca. Agora, Soraya precisa da confirmação e, para isso, como ela é adotada e não tem o sangue Montenegro, ela precisa desenterrar o pai em busca de uma amostra de DNA que possa levar ao laboratório para ser comparada com uma amostra de Mariana – e isso me fez pensar que Mariana está batendo recordes de testes de DNA feitos sem sua autorização.

Achei toda a cena do cemitério tensa e macabra, mas Soraya consegue o que quer, e o roteiro ágil de “Os Ricos Também Choram” decide não enrolar para concretizar o que todos nós (inclusive a Soraya) já entendemos há muito tempo: o resultado do teste de DNA, com 99,9% de compatibilidade, não deixa nenhuma dúvida… MARIANA É MESMO FILHA DE RAFAEL MONTENEGRO. Naquele momento, Soraya surta ainda mais, porque se ela detesta Mariana desde que ela apareceu para “roubar” o Luis Alberto, agora ela tem mais motivos ainda para odiá-la e para temê-la – mas é claro que ela não pretende perder a sua herança e, por isso, vai fazer alguma coisa… é hora de matar Mariana. Conforme o roteiro avança, percebemos que Soraya Montenegro está ficando cada vez mais descontrolada, consumida por todos esses sentimentos ruins.

Mas é isso que faz uma boa vilã, não?

 

Para mais postagens de “Os Ricos Também Choram”, clique aqui.

 

Comentários