Enchanté – Episode 8

“Be my boyfriend?”

TÁ VENDO? É POR ISSO QUE EU ASSISTO “ENCHANTÉ”! Para, depois de um dia de trabalho, eu poder ficar com um sorriso bobo no rosto e o coração quentinho! QUE EPISÓDIO DELICIOSO! “Enchanté” me conquistou, há muito tempo, por sua fofura e pela química de Akk e Theo, que sempre conseguiram entregar momentos ternos e lindos, e esse oitavo episódio traz algo que queríamos ver há muito tempo: Akk e Theo declarando os seus sentimentos um pelo outro… sinto que o oitavo episódio é uma espécie de “encerramento” para a principal trama de “Enchanté”, o que me faz pensar nos dois episódios restantes como uma espécie de “extra”, e eu ficaria bem feliz se, ao invés de uma sequência de dor e sofrimento que costuma acompanhar essa reta final das séries, nós pudermos apenas curtir momentos fofos entre Akk e Theo, mais apaixonados do que nunca.

Akk e Theo já estão apaixonados e sem medo de esconder isso no mínimo desde o episódio passado, no qual eles passaram o tempo todo se provocando – e esse episódio não começa muito diferente. Depois da briga que ambos tiveram com Wayo no fim do episódio passado e início desse, Akk resolve cuidar de Theo, e eles compartilham uma das cenas MAIS LINDAS da série quando um cuida da mão machucada do outro por terem ambos dado um soco em Wayo. Os dois terminam com as mãos dentro de uma caixa de gelo, “para não inchar”, mas todos sabemos que eles deixam as mãos lá dentro muito mais tempo do que o necessário, e é tão lindo ver a maneira como as mãos se encontram lá dentro, como elas se encaixam e se acariciam, e como podemos ver que nenhum dos dois quer se separar… mas o fazem, é claro, quando fica muito gelado.

Gostei muito de como o episódio conseguiu mostrar essa ansiedade dos dois por dizer o que estavam sentindo, embora eles não tomassem essa iniciativa de fato… Theo até tenta arrancar algo de Akk, perguntando por que ele se importou tanto quando o Wayo mentiu para ele, e talvez Akk de fato tivesse respondido algo, se não visse uma mensagem de áudio de Saifah chegando ao celular de Theo, e eu meio que entendo o Akk… quer dizer, dá para ver que o Theo está caidinho por ele, mas Akk quer se manter seguro, tendo em vista que Theo parece tão interessado em encontrar o tal de Enchanté, por exemplo. Esses sentimentos de Akk são oficializados enquanto ele olha, em sua câmera, fotos de Theo na Zine Fair e se pergunta se ele também está sentindo o mesmo que ele… bem, Akk, acho que só existe uma maneira de saber: perguntando.

Ou então eles continuam se provocando como fizeram no episódio passado… e eles estão cada vez mais diretos, de uma maneira incrível. Quando Akk tenta proteger Theo de ser atropelado por uma multidão, por exemplo, ele se aproxima demais dele e, depois, Theo diz que “ele lhe deu um beijo no pescoço”, mas Akk se faz de desentendido, até porque não foi um beijo, no máximo ele encostou quando o puxou para perto para protegê-lo, mas então Akk quer mostrar para ele o que seria, de fato, um beijo, e então ele começa a beijar sua mão, seu braço, sua testa… é absolutamente fofo e, ao mesmo tempo, podemos sentir a tensão sexual entre eles, a vontade de que o beijo seja real. Theo está mexido, podemos sentir seu coração acelerar, mas ele finge que “não sente nada”, mas é impossível com o Akk tão perto, tão fofo e lhe dando aquele beijo na testa enquanto segura sua cabeça, por exemplo.

COMO ELES SÃO FOFOS!

Em algum momento do episódio, ficamos profundamente tensos, porque parece que tudo vai dar errado – Akk diz a Theo que não acha que ele deve continuar procurando o Enchanté, mas Theo parece não ouvi-lo, e algo quase se rompe ali… depois, quando parecia que os dois compartilhariam um momento fofo na biblioteca, quando Theo escreve mais uma frase para o Enchanté e guarda o livro, o momento acaba não sendo tão fofo quanto o prometido e os dois se afastam… Akk pergunta para Theo se ele pode ser seu Enchanté, e Theo se aproxima dele, fecha os olhos esperando que ele o beije, mas Theo não o faz, até porque as coisas ainda não estão suficientemente claras naquele momento – na cabeça de Akk, por exemplo, ele ficaria pensando se o Theo só queria um beijo dele porque achava que ele podia ser o Enchanté. O que ele nunca pensou, diga-se de passagem.

A revelação da identidade do Enchanté veio mais cedo do que eu imaginava, porque ainda temos dois episódios – e eu estou torcendo para as coisas continuem bem. Infelizmente, eu já tinha pegado um spoiler da novel sobre a identidade do Enchanté, mas, ainda assim, FOI INCRÍVEL VER ISSO NA SÉRIE! Até porque fez todo o sentido e confere mais força à relação de Akk e Theo, além de explicar muita coisa… mesmo antes de descobrir quem era o Enchanté, eu já estava comentando sobre como o Theo não parecia mais se importar com isso. Quando Phupha, o primeiro a mentir ser o Enchanté, o procurou dizendo que era ele, por exemplo, Theo reagiu de uma maneira muito distante e desconfiada, e agora sabemos por quê: ele tinha certeza que Phupha não era o Enchanté, ele nunca foi enganado… Theo sabia exatamente que todos estavam mentindo.

E, nesse ínterim, gostei muito do destino de Saifah, que não precisa ser desmascarado afinal – descobrimos que O PRÓPRIO THEO É O ENCHANTÉ, e que ele fez isso, escrevendo com uma mão no livro e respondendo com a outra, forjando uma conversa, em parte porque estava bravo com Akk e se sentindo abandonado, em parte porque queria chamar a sua atenção, e Saifah foi o único dos quatro “candidatos a Enchanté” que não tentou enganar o Theo, porque ele foi escolhido para o Theo para participar desse jogo/dessa mentira. Naquela noite em que ouviu o Saifah cantar no bar, Theo se aproximou dele, disse que ele tinha talento e que só precisava de uma oportunidade para se tornar um cantor, então ele estava disposto a ser essa oportunidade que ele buscava, desde que “ele se tornasse seu Enchanté”. O plano era que apenas Saifah aparecesse.

Mas a determinação de Akk trouxe mais pessoas para a história.

É incrível ver Akk e Theo conversarem sobre isso depois que Akk descobre a verdade – ele tenta proteger Theo de Saifah, sem saber que ele é o único que não tentou enganar o Theo, e então diz que ele é seu Enchanté, o que Theo sabe que é mentira… então, Akk diz que sabe de tudo, e que quer ser seu Enchanté. É um momento LINDÍSSIMO, porque vemos os sentimentos de ambos serem abertamente expostos. Theo fala sobre os motivos que o levaram a fazer isso, mas ele pede desculpas, ele espera que Akk fique bravo com ele, que brigue por ter mentido, enquanto Akk explica que, diferente do que Theo entendera, ele não o ajudou a procurar o Enchanté porque “não se importava com ele”, mas porque ele queria ajudá-lo, queria vê-lo conseguir o que ele queria… se Theo queria encontrar o Enchanté, Akk faria de tudo para isso, para vê-lo feliz.

E eu ADORO que Theo seja o Enchanté, muito mais do que se o Akk o fora… acontece que, embora o Theo tenha escolhido não ver isso, nós, enquanto público, sabíamos que o Akk estava apaixonado por ele desde o começo – estava lá desde o primeiro episódio, na maneira como ele olhava para o Theo quando ele dormiu no seu quarto, ou aquela cena da sorveteria, ou tantas cenas que vieram depois disso… é bom saber que o Theo é o Enchanté e que ele fez o que fez para chamar a atenção de Akk, porque assim sabemos que o Theo também sempre esteve apaixonado por ele. Os dois sempre estiveram apaixonados um pelo outro e o Akk fez o Theo esperar para ouvir o que ele sempre quis ouvir, sobre como gosta dele e sempre gostou, e o Theo fez o Akk esperar quando eles se separaram e Theo foi morar na França… mas, agora, eles estão juntos.

Finalmente, eles estão juntos.

O finzinho do episódio traz momentos muito bonitos. Akk pergunta a Theo se ele pode beijá-lo, se pode beijá-lo como seu Enchanté, como alguém que gosta dele de verdade, como alguém… e então Theo o interrompe com um beijo, e eu fiquei tão feliz em assistir àquele momento dos dois. É um beijo bonito, apaixonado, de anos de espera, e eu adoro quando os personagens se separam por alguns segundos, olham nos olhos um do outro e sorriem, mas então continuam se beijando porque, bem, é isso o que eles querem continuar fazendo… o sorriso, a mão de Akk no pescoço de Theo, a sensação de felicidade e de alívio que acompanhou o beijo. Eu assisti a toda aquela cena com um sorriso feliz no rosto, satisfeitíssimo, e fico muito contente em ver que a prévia do próximo episódio sugere um episódio fofo com Akk e Theo felizes e completamente apaixonados um pelo outro.

Só quero vê-los felizes juntos, namorando.

E o Akk pedindo o Theo em namoro? AH, EU AMO A FOFURA DESSES DOIS.

 

Para mais reviews de “Enchanté”, clique aqui.

 

Comentários