Floribella – Flor entre Fred e Adriano



“Você precisa saber que eu te amo, Flor”
O FRED ESTÁ DE CASAMENTO MARCADO, ENTÃO ELE TEM O DIREITO DE FICAR CALADO… eu acho impressionante como esses protagonistas sempre se sentem no direito de morrerem de ciúmes, mesmo que estejam fazendo coisas como se casar com outra pessoa! Chegou o dia do noivado de Fred e Delfina, e Fred tem uma série de regras para a ocasião – destaque para a Renatinha levantando a mão e perguntando se, caso perguntarem se alguém tem algo contra esse noivado, ela pode falar, mas o Fred não autoriza. Maria Flor continua completamente apaixonada, embora esteja sofrendo pelo Seu Freezer, e as crianças acabam partindo para outra, e decidem que talvez seja uma boa juntar a Flor com o Adriano… afinal de contas, o Adriano é divertido, bonito, educado, gosta dela de verdade e não está se casando com outra.
Faz sentido.
Assim, Flor está dividida entre ambos – não é nem em sentimento, porque ela tem muito claro o que sente por Fred, mas é em tempo e atenção mesmo. Quando a Renatinha retorna, depois de passar um tempo com a mãe, ela acaba sofrendo um acidente porque a Willy Jean, morrendo de ciúmes, sabota a sua bicicleta e faz com que ela caia da escada, e então Flor e Fred é que cuidam da garota, como se ela fosse a filha deles… eu amei as cenas do hospital, porque Flor e Fred ficam o tempo todo ao lado da Renatinha, são confundidos com os pais da garota, e ainda trocam olhares e sorrisos eventualmente… o plano da Willy Jean sai totalmente pela culatra, porque ela é muito grosseira com a Renatinha, diz coisas horríveis (como que a mãe a jogou no lixo!), mas no fim a atenção acaba indo toda para a Renatinha de qualquer maneira… então, ela confessa.
Inclusive, confessa algumas outras travessuras!
No fim, Willy Jean precisa deixar a “vida de crimes” para trás, e acaba se aliando a Joca e Renatinha para juntar a Flor com o Adriano… durante uma reunião do “comitê”, eles até dizem que gostariam de vê-la com o Fred, mas eles mesmos têm que concordar que o Adriano tem tudo a ver com ela e gosta dela de verdade. Como o Plano A, de mandá-los para uma ilha deserta, não dá certo, eles acabam improvisando, e trancam Flor e Adriano dentro do armário do quarto deles. Quem os encontra lá, ocasionalmente, é o próprio Frederico, que fica SE MORDENDO DE CIÚMES DO PRIMO, e aqui ele passa dos limites, quando diz para a Flor que “pensou que ela fosse uma menina especial, mas ela não passa de ‘umazinha qualquer’”. Ele pegou pesado, e foi desnecessário, e então Flor faz a única coisa que conseguimos pensar em fazer naquele momento:
Dá um tapa nele.
E ELE MERECEU MUITO!
Isso pouco depois de ela ser muito bacana com ele e de ele ter praticamente se declarado para ela… ASSIM NÃO DÁ PARA TE DEFENDER, FRED! Flor estava preparando um prato todo especial de frango com chocolate (!), um prato que deixa as pessoas “com vontade de falar a verdade”, mas o Fred acaba ficando com febre e precisa de cuidados… Delfina até tenta ajudar, mas não sabe o que fazer, e ele manda ela “chamar a Flor” (sacanagem). Então, a Flor vem cuidar dele, toda carinhosa e atenciosa, e ele acaba melhorando, tanto que ele consegue ir para a sala de jantar a tempo da refeição, para provar a “receita especial” da Flor. E como ela disse, ele começa a “dizer a verdade”. Assim que prova a comida, Fred se levanta e se declara: “Flor… você precisa saber… precisa saber que eu te amo, Flor”. Seria perfeito se fosse realmente dar em algo…
Vai entender, né?


Para mais postagens de “Floribella”, clique aqui.
Ou visite nossa Página: Cantinho de Luz


Comentários