Cúmplices de um Resgate – Martín se apaixona por Silvana

Um namoro digno dos jornais!

Com a extensão não planejada da novela e a trama inicial sendo encerrada no Capítulo 104, “Cúmplices de um Resgate” tomou novos rumos distantes daqueles inicialmente apresentados, e que têm muito a ver com a banda lentamente se desmantelando depois de ter incluído um número grande demais de membros, enquanto Regina, agora conhecida como Tânia, tenta lançar um novo grupo de sucesso para bater de frente com os Cúmplices de um Resgate… uma das novas tramas em destaque nessa fase da novela é o romance de Silvana e de Martín, que parece “ter a permissão para começar” assim que o roteiro consegue encaixar um diálogo quase vergonhoso entre Ramón e Mariana, no qual ele confessa que achou que estivesse apaixonado por Silvana, mas descobriu que “só gosta dela como amiga” ou algo assim. É tão chato que eles fujam da história assim, do nada.

Mas não há sentido em reclamar disso, infelizmente. Ok, pelo menos não por muito tempo, mas um pouquinho é necessário para tirar isso do meu peito. A história de Silvana com Ramón era excelente e estava sendo desenvolvida de maneira muito bonita, e sinto que ela foi deixada de lado não porque sentiram que não daria certo nem nada assim, mas porque a entrada de Daniela Luján na novela os “empurrou” a trazer de volta Martín Ricca, que era seu par romântico em “O Diário de Daniela”: era uma tentativa desesperada dos bastidores da novela de apelar para a nostalgia e para “um casal já conhecido” para amenizar a abrupta substituição da protagonista e diminuir o risco de rejeição de Daniela – que, convenhamos, aceitou uma responsabilidade imensa ao assumir dois papéis que já tinham sido construídos durante meses por outra atriz em uma novela de sucesso.

Por isso, meu imenso respeito por Daniela Luján, por aceitar o desafio e fazer o que podia.

Martín é um cantor famoso também na novela, e ele fica encantado por Silvana desde o primeiro momento em que a vê, e faz de tudo para conseguir um encontro com ela… mas como Silvana quer estar presente nas audições para o novo integrante dos Cúmplices de um Resgate, ainda antes de sua saída da banda, ela manda Mariana ir em seu lugar e “se desfazer do garoto”. Mariana é boa demais para tratar o garoto mal, no entanto, e acaba marcando um segundo encontro, ao qual Silvana terá que ir, e embora inicialmente ela não estivesse tão interessada assim, ela acaba cedendo às investidas do garoto quando descobre que “ele não é só um fã qualquer”, mas um cantor famoso, rico e cheio de fãs… parece ser uma boa oportunidade de conseguir ainda mais atenção da imprensa, não? Então, Silvana percebe que pode investir no romance.

Enquanto isso, o romance de Mariana e Joaquim parece demorar para avançar, relegado a segundo plano – mas ao menos o roteiro não mexeu com o que estava estabelecido há tanto tempo. Joaquim continua perdidamente apaixonado, pensando em Mariana com um sorriso bobo no rosto e até pedindo a ajuda de Ramón para compor uma música para ela. Silvana, por sua vez, tem uma conversa com Mariana que serve para encerrar uma trama do passado, assim como a conversa de Ramón com Mariana sobre como “descobriu que gostava de Silvana como amiga”. Aqui, Silvana incentiva o romance da irmã com Joaquim, pergunta se ela gosta dele e confessa que já quis tirar o Joaquim dela, mas desistiu disso porque “percebeu que ele só tem olhos para a Mariana” e que “nem gosta dele desse jeito”. Mais uma daquelas claras fugas do roteiro.

Agora, Silvana pode iniciar seu romance com Martín sem parecer “desconexo” com o que veio antes. Durante o segundo encontro, Silvana é arrebatada por comentários de Martín como quando ele comenta que “ela está ainda mais bonita que na vez passada” – afinal de contas, na vez passada era a Mariana se passando por ela, e Silvana adora ouvir isso. Embora Silvana se envolva e goste da ideia de namorar alguém que é rico e famoso como o Martín, o romance deles vai ser atrapalhado quando Martín assiste a um show dos Cúmplices de um Resgate ao qual ela não queria que ele fosse, e percebe que ela tem uma irmã gêmea. Depois da apresentação, ele as procura nos bastidores para saber quem é Silvana (embora a caracterização devesse ser o suficiente), e embora eu não tenha gostado muito de sua atitude inicialmente, ele tem razão quando elas confessam que ambas saíram com ele

Sentindo-se enganado, como se elas tivessem brincado com ele e rido da sua cara, Martín decide que “nunca mais quer ver Silvana em sua vida”, mas Silvana vai fazer de tudo para consertar as coisas, agora que sabe que lhe convém engatar um romance. O clima entre eles fica pesado quando, como os dois são cantores, eles se encontram na Gira de Verano, por exemplo, mas a tensão entre eles também indica que ele não está totalmente bravo de verdade e que Silvana não vai ter dando trabalho para dar a volta nele. Inteligente e astuta, Silvana consegue reverter a situação a seu favor durante a apresentação de Martín, entrando de surpresa no palco para cantar um dueto com ele e, naquele momento, os dois se conectam de uma maneira real… depois daquela canção que compartilham, o romance é apenas uma questão de tempo. E vamos ver como acontece.

 

Para mais postagens de “Cúmplices de um Resgate”, clique aqui.

Também visite nossa página: Cantinho de Luz

 

Comentários

  1. Por favor não demore mas pra fazer publicações sobre os Cúmplices eu amo MT ler elas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gosta, fico muito feliz!!!
      Saiu um texto novo hoje! :)

      Excluir

Postar um comentário