Cúmplices de um Resgate – A proposta de Silvana

A audição e a prova de matemática.

Silvana sabe exatamente o que quer… e é esperta o suficiente para manipular e conseguir. Depois de um primeiro encontro rapidíssimo entre Mariana e Silvana, porque Mariana desmaia com o choque de ver uma garota igual a ela, Silvana volta a procurá-la no dia seguinte, no povoado, para dizer que não é um fantasma e que quer algo dela. Convicta do plano que está nascendo em sua mente, Silvana diz que quer que Mariana se passe por ela na audição para vocalista de um grupo musical, e Silvana percebe rapidinho o que é que funciona melhor com Mariana: a garota tem coração mole, então o drama de que “se não conseguir, ela vai morrer” deve ser mais eficaz do que a sua postura arrogante ou a promessa de que “paga bem”. Silvana deixa seu telefone e seu endereço com Mariana, que fica atormentada pela proposta até, eventualmente, ligar para ela.

Naturalmente, Silvana se faz de durona… MAS ESTÁ VIBRANDO!

E é bom que Silvana se apresse mesmo e que seu plano funcione, porque Geraldo já tem a ideia perfeita de como impedir que a sua sobrinha consiga passar na audição: ele precisa trazer alguém mais talentosa do que ela e, por isso, escolhe Priscila… a filha que teve com Dora no passado e que nunca reconheceu. Para a sorte de Geraldo, Priscila é uma garota sonhadora e ambiciosa, que se empolga com o anúncio na TV sobre a busca por uma vocalista infantil para um novo grupo musical, antes mesmo que Dora lhe fale algo sobre o “velho amigo que trabalha em uma gravadora e quer conhecê-la”. A história de Priscila, embora ela seja uma “vilãzinha” da novela, é toda embasada no fato de que ela sempre sonhou com a presença materna, e nunca a teve, porque a mãe nunca nem a levou para morar com ela… ela mora com o avô rigoroso e a avó.

É um drama a ser desenvolvido… tem bastante história ali.

Antes de ir novamente ao povoado para falar sobre trocarem de lugar, Silvana passa por uma liquidação de uma fábrica que está fechando, sem saber que está novamente ao lado de sua mãe biológica, e compra uma roupa igualzinha à que a Mariana está usando naquele mesmo momento… então, quando ela chega à casa de Mariana (que está sozinha em casa estudando, sofrendo com a matemática que não entra na sua cabeça), as duas estão vestidas exatamente da mesma maneira: o que ela quer, é provar para a Mariana que o plano funciona, porque as duas são idênticas e ninguém vai perceber a troca… e eu amo a Belinda contracenando consigo mesma e tendo que dar nuances diferentes a cada personagem, mesmo quando estão vestidas com o mesmo figurino. A atitude, o modo de falar e a pose nos permite diferenciar uma da outra perfeitamente.

Desesperada, Mariana diz que “isso não está certo”, pede que Silvana vá embora, mas Silvana é folgada e decidida… sem se importar com os protestos da irmã, Silvana começa a explorar a casa, fazer um monte de perguntas e ser inconveniente. Quando escuta a porta da frente abrir, Mariana se desespera ainda mais, mas Silvana se senta na cama, pleníssima, e diz que não vai sair dali… se Mariana não quiser que as vejam juntas, então ela que se esconda. E DE FATO ELA FICA ALI, IRREDUTÍVEL! Quando a tia e a avó aparecem, as duas, naturalmente, não desconfiam de nada… para elas, aquela é a Mariana na sua frente, e é justamente o que Silvana queria: provar que não tem como o seu plano dar errado. Com isso esclarecido, Silvana está finalmente disposta a ir embora, mas apenas se Mariana prometer que vai ajudá-la e, na pressão e desespero, ela promete.

Então, Silvana envia para ela um envelope com a letra de “Superstar”, para que ela possa ensaiar para a audição (eu AMO ouvir a Mariana ensaiando a música na igreja!), e passa comprar um uniforme da escola pública, para que possa ir para a escola no lugar da Mariana, enquanto a Mariana faz a audição no seu lugar… de quebra, Silvana poderá ajudar Mariana com a prova de matemática, já que aquilo não entra na cabeça da Mariana, mas é muito fácil para Silvana! Naturalmente, Marina fica desconfiada quando vê Silvana com um uniforme de escola pública, e se pergunta se ela está aprontando alguma coisa, mas a única pessoa que sabe de tudo, por enquanto, é o Damián… afinal de contas, como motorista, ele está sempre dentro do carro durante as conversas de Mariana e Silvana, não tem como esconder todo o plano dele, se ele estiver prestando atenção.

Com tudo arrumado, Silvana quer trocar de lugar pela primeira vez.

E EU AMO ESSA SEQUÊNCIA!

 

Para mais postagens de “Cúmplices de um Resgate”, clique aqui.

Também visite nossa página: Cantinho de Luz

 

Comentários

Postar um comentário